Os 3 pilares do sucesso Pixar | Pessoas, Cultura e Liderança

Existe uma teoria – bastante famosa e compartilhada – que diz que todos os filmes do estúdio Pixar são um só e que estão conectados pela mesma história. A tese foi criada pelo jornalista Jon Negroni. Seria uma linha do tempo oculta que há por trás das animações – Valente, Procurando Nemo, Up, Ratatouille, Os Incríveis, Toy Story, Carros, Wall-E, Monstros SA e até o mais recente, Procurando Dory.

Bem, por mais que hajam especulações – verdadeiras ou falsas – uma coisa não podemos negar: a Disney Pixar é um sucesso! No vídeo, explico quais são os 3 segredos que a levaram a esse patamar.

Highlights do Roteiro:

Você sabia que pode transformar sua empresa numa das mais criativas do seu setor? Veja como a Pixar faz para inovar! Você pode transformar-se radicalmente como empreendedor.

Ed Catmull, CEO da Pixar, autor do livro Criatividade SA (Creativity INC), descreve, de forma emocionante, sua motivação ao entrar todos os dias no prédio da sua empresa. O cenário é fantástico!

Bem, você precisa estar tomado de inspiração e motivação por realizar o seu sonho. Só se aproxime de gente que tenha um mindset proativo. Você veio para transformar cada minuto de sua vida em uma grande oportunidade.

Steve Jobs, que também investiu na Pixar, diria para você: o futuro não está feito, você deve criá-lo. E a vida é o que você irá fazer dela.

Faz alguns anos, no Vale do Silício, jovens com ideias criativas, brilhantes, buscavam financiamento, abriam uma empresa e, reunindo um monte de gente esperta, desenvolviam um produto, que produzia sucesso repentino.

O modelo Pixar está dividido em 3 segredos: pessoas, cultura e liderança.

O sucesso da Pixar, dona de uma coleção de 12 estatuetas do Oscar, vem da criatividade corporativa, mas quem cria são as pessoas.

Antes de fazer Procurando Nemo, os animadores voaram para o Havaí e praticaram mergulho. Foram também para a Escócio para produzir o filme Valente.

O 2º segredo é criar uma cultura interativa entre as pessoas. Na Pixar, os funcionários podem decorar seus escritórios como uma cabana do Tarzan, por exemplo. Ou seja, o ambiente contribui para a interação e para a troca de ideias.

É preciso criar a cultura da coragem, onde não há medo para testar o produto, porque todos sabem que é muito melhor ouvir dos colegas um feedback de que há um problema quando ainda há tempo para resolvê-lo do que do público.

Lembra que falei dos executivos que se tornavam famosos e que, de repente, um erro os levava ao fracasso? Isso acontece quando há excesso de planejamento e de avaliação de de riscos.

Anote agora o 3º e último segredo: o estilo de liderança a ser adotado por você é o que melhor se adequa ao seu perfil e que se ajusta ao time.

Eu poderia falar sobre o estilo da GE, de Jack Welch, o de Jim Collins, no livro Empresas Feitas para Vencer, e ainda o de Hunter, em O Monge e o Executivo. Mas não há um padrão. Você pode se adaptar a diferentes estilos e alcançar uma alta performance.

O que você procura?

Sobre João Francisco

O termo Impact Player nasceu do esporte, sendo associado a jogadores que fazem a diferença apenas por estarem em campo, capazes de elevar a confiança de um grupo com sua presença. 

Ou seja, um Impact Player é aquele que faz jogadas individuais incríveis, no entanto, seu principal valor está no papel estratégico que exerce sobre o seu ambiente, no momento em que sabe que o sucesso não é alcançado repentinamente.

Posts recentes

Open chat
Podemos Ajudar?