O Poder do Hábito | Impact Player

O poder do hábito domina o tempo todo você. Isso acontece quando você entra no carro, ajeita o banco, coloca o cinto, acerta os espelhos , coloca o pé na embreagem, liga a ignição… Durante toda essa operação você não pensa mais, entra em piloto automático.

Cada um dos nossos hábitos segue um ciclo composto de 3 etapas: tem um diferente gatilho, uma rotina e oferece uma recompensa única. Alguns são simples e outros complexos, valendo-se de gatilhos emocionais e oferecendo sutis prêmios neuroquímicos. Mas todo hábito, não importa se é complexo, é maleável. O mais viciado alcoólatra pode se tornar sóbrio novamente. Um aluno que abandona os estudos básicos pode se tornar também um executivo de sucesso.

Mas, muito diferente do que você havia aprendido, mudar hábitos não é apenas uma questão de força de vontade. Com certeza, todos nós temos hábitos que já tentamos parar e falhamos. Tentamos também adquirir outros e abandonamos.

Se não depende de nossa força de vontade, de onde vem essa força tão poderosa?

Bem, a ciência já sabe que você não deve culpar a sua falta de determinação. Não é isso! É sim, uma falta de comprensão de como os hábitos realmente funcionam e se alimentam.

Pesquisadores descobriram um ciclo neurológico simples no centro de cada hábito. Em todos os hábitos, verifica-se a existência de três partes: uma rotina, uma recompensa e um gatilho. Os pesquisadores deram o nome de ciclo do Loop do Hábito.

Se você tem um comportamento pelo qual deseje se livrar (e quem não tem?), os passos a seguir irão mostrá-lo como usar do poder do hábito para abraçar uma mudança:

Passo Um: Identifique a Rotina;

Passo Dois: Experimentar as Recompensas;

Passo Três: Isolar o Gatilho

Passo Quatro: Tenha Um Plano

Existem certos hábitos que, uma vez quebrados ou adaptados, tendem a produzir desdobramentos e mudanças positivas. Estes são conhecidos como a Chave para o Hábito. Pesquisadores revelam que a mudança bem-sucedida não dependente de ter tudo exatamente certo, mas ao invés disso, confiam na identificação de poucas prioridades chaves que são poderosas alavancas.

Estudos da última década mostraram que se exercitar, mesmo que não frequente como uma vez por semana, produzem um impacto no preparo físico e nas rotinas diárias das pessoas e começam a alterar outros padrões, geralmente de modo inconsciente.

“Exercitar-se extravasa” afirma James Prochaska, um pesquisador da Universidade de Rhode Island. “Existe algo sobre exercitar-se que torna outros bons hábitos serem mais fáceis.”

Aqui estão outras chaves simples para alguns bons hábitos:

Fazer refeições familiares. Estudos tem documentado que famílias com hábitos de jantarem juntas parecem criar filhos com melhores competências nas tarefas de casa, melhores notas escolares, maior controle emocional e mais confiança.

Fazer sua cama todas as manhãs. Este simples comportamento tem relação com maior produtividade, senso maior de bem-estar e maior facilidade conseguir se ajustar a um orçamento.

Manter uma alimentação diária. Em 2009 um estudo fundado pelo Instituto Nacional de Saúde (National Institutes of Health) reuniu um grupo de 1.600 pessoas obesas. Foi pedido a elas que anotassem tudo o que elas comiam em todos os dias da semana. Este único e simples hábito – uma rotina alimentar – criou uma estrutura que trouxe outros bons hábitos e os ajudou a identificar os padrões dos hábitos e a melhorarem as suas saúdes. Seis meses depois dentro deste estudo, as pessoas que mantiveram uma rotina alimentar registrada tiveram perda de peso duas vezes maior do que as demais pessoas obesas.

O que você procura?

Sobre João Francisco

O termo Impact Player nasceu do esporte, sendo associado a jogadores que fazem a diferença apenas por estarem em campo, capazes de elevar a confiança de um grupo com sua presença. 

Ou seja, um Impact Player é aquele que faz jogadas individuais incríveis, no entanto, seu principal valor está no papel estratégico que exerce sobre o seu ambiente, no momento em que sabe que o sucesso não é alcançado repentinamente.

Posts recentes

Open chat
Podemos Ajudar?