As armas da persuasão – O poder da Afeição

O poder da AFEIÇÃO que é um dos gatilhos mentais do livro as armas da persuasão, é um poderoso conhecimento para se conquistar o tão desejado SIM.

Conheça o caso de Joe Girard, o maior vendedor do mundo (segundo o Guinness Book), e de que forma ele usou a afeição a seu favor. Baseado no livro As armas da persuasão, de Robert Cialdini. Interpretado por João Francisco, do blog Impact Player.

Você já pensou em quais seriam os fatores que influenciam o comportamento das pessoas para que respondam SIM a um pedido seu?

Fundamentado em mais de 30 anos de pesquisa, o professor da Universidade do Arizona, Robert Cialdini, autor do bestseller “As armas da Persuasão”, constatou 6 princípios ou armas de influência que governam nossa conduta.

Interessante isso, porque, influenciar, portanto, não é nenhum conhecimento mágico e sim científico. São atalhos mentais que fazem o cérebro consentir automaticamente. Evidente que para lograrmos maior êxito, precisaremos ter claro a compreensão do nosso público alvo e levar em conta que potencializaremos estes poderosos conhecimentos adotando uma postura íntegra, sincera e ética.

O 1º princípio é o da Reciprocidade: O poder da gratidão a favores não solicitados é muito mais forte até mesmo que o da simpatia, e dificilmente é visto como manipulatório, porque retribuir favores é uma norma social muito bem aceita.

2º) Compromisso e Coerência: Quem não gosta de ser e parecer ser uma pessoa de atitudes coerentes? Assim, depois que fazemos uma escolha, enfrentamos pressões psicológicas para nos comportarmos de maneira coerente com o compromisso que assumimos.

3º) Aprovação Social: somos persuadidos a agir de acordo com o coletivo, levados mais pelas ações dos outros. Ou seja, o que a maioria faz, de certa forma, nos influencia.

4º) Carisma ou Afinidade: Se você, como vendedor ou gerente, ou como familiar, se coloca numa posição de semelhante ou de sincera empatia com o outro, estará muito mais perto de receber um SIM de quem você pretende convencer, influenciar, liderar.

5º) Autoridade: Quando, em um comercial de televisão, um laboratório que vende creme dental coloca um dentista para dizer que recomenda aquela determinada marca – e não as outras (ainda que seja apenas um ator) – o marketing está usando a arma da autoridade. Se o especialista aprova, tendemos a acatar; não precisamos muito pesquisar e acabamos comprando.

6º) Escassez: as oportunidades parecem mais valiosas quando estão menos disponíveis e por um tempo limitado.

Estes 6 princípios são as armas da persuasão reconhecidas pela ciência e devemos cada vez mais compreendê-los, tirando o máximo proveito deles, bem como sabermos nos defender de atitudes reprováveis de profissionais oportunistas.

O que você procura?

Sobre João Francisco

O termo Impact Player nasceu do esporte, sendo associado a jogadores que fazem a diferença apenas por estarem em campo, capazes de elevar a confiança de um grupo com sua presença. 

Ou seja, um Impact Player é aquele que faz jogadas individuais incríveis, no entanto, seu principal valor está no papel estratégico que exerce sobre o seu ambiente, no momento em que sabe que o sucesso não é alcançado repentinamente.

Posts recentes

Open chat
Podemos Ajudar?