A arquitetura dos arquivos do cérebro assemelha-se mais a uma grande casa antiga, com reformas improvisadas e infinitos armários e gavetas para guardar tudo. Porém, o cérebro vai jogando as informações aleatoriamente para algum lugar. 

Daniel Levitin apresenta avanços recentes nos estudos sobre o cérebro e mostra métodos que podemos aplicar no dia a dia para adquirir uma sensação de controle sobre a maneira como organizamos nossos lares, nossos ambientes de trabalho e nossas vidas.