7 Hábitos e costumes dos profissionais mais produtivos

Porque algumas pessoas algumas pessoas produzem mais do que outras? E quais são os hábitos e costumes dos profissionais mais produtivos?

Talvez você pense que as pessoas mais produtivas do mundo devem trabalhar muito mais que as outras.

Mas aqui é onde a maioria das pessoas se engana.

Veja o que diz o escritor norte-americano Harriett Jackson Brown Jr:

“Não diga que você não tem tempo suficiente.

Você tem exatamente o mesmo número de horas por  dia

que tiveram Michelangelo, Leonardo da Vinci e Albert Einstein”.

O mesmo vale para seus colegas de trabalho. Todos têm as mesmas horas a serem cumpridas.

E então você já percebeu onde deve se fazer a diferença.

Está em gerenciar bem o seu tempo.

E quanto melhor você conseguir esse intento, maior será também a sua motivação no trabalho.

E então, você vai poder produzir mais, ter mais resultados, que são fundamentais para

crescer profissionalmente e ter também mais tempo para suas atividades pessoais.

Nesse artigo eu selecionei para você 7 dicas. Vamos lá:

1. Priorizar e concluir as tarefas mais importantes primeiro

Não tenha dúvidas de que uma das regras de ouro da gestão do tempo no trabalho é saber priorizar o que de fato é mais importante a ser feito.

Identifique diariamente duas ou três tarefas que sejam cruciais.

E as termine antes de todo o resto.

Ao realizar primeiro as tarefas mais importantes, o seu dia de trabalho já é praticamente uma etapa vencida por você. O que não é tão urgente e importante pode ser feito durante o restante do dia ou até mesmo adiado, já que o essencial está finalizado.

Se você fizer ao contrário, corre o risco de no fim do dia ter feito várias tarefas pequenas, mas não terminado o que realmente importa.

2. Aprender a dizer “não”

Mais difícil que dizer sim é dizer não. E muitos profissionais têm medo de usar

essa palavra por pensarem que estão se negando a realizar tarefas, e que isso

vai ser prejudicial para sua carreira ou relacionamento com os colegas.

Contudo, muitas vezes dizer sim para tudo será muito mais nocivo para você.

Não só pelo fato de que você vai ter cada vez mais tarefas para realizar em

menos tempo, prejudicando o planejamento de longo prazo, mas também em relação à qualidade nas entregas.

Em um artigo da HBR, Diana Kander diz:

“Nós nos sobrecarregamos porque não queremos desapontar os outros.

Mas os desapontamos porque estamos sobrecarregados”.

Ou seja, saber dizer não na hora certa vai fazer bem a você e à sua relação com os colegas de trabalho.
Só uma sugestão: use de empatia.

Para isso, se inscreva no canal e assista os vídeos que fiz para você sobre Inteligência Emocional onde a empatia se destaca.

3. Dedicar todo o foco à tarefa que está em mãos

Ter atenção hoje é quase que uma privilégio devido às inúmeras interrupções que estão a nos

chamar a atenção o tempo todo.

Para aproveitar melhor o seu tempo no trabalho, foque no que está fazendo e só.

Feche todas as abas do navegador que não estão sendo usadas, silencie o seu

celular e dê atenção ao que está fazendo neste momento, ao seu AGORA.

Eu fiz um vídeo para você sobre o Poder do Agora que está no canal do youtube,

onde detalho mais esse tema.

Portanto, fique imerso na tarefa. Se está fazendo um relatório, concentre-se somente no relatório.

Se está conversando com um cliente, concentre-se somente no cliente.

4. Não procrastinar – começar cedo

O impulso de procrastinar é algo muito humano e um problema que a maioria

das pessoas enfrentam.

E ele é real, tanto que o poeta inglês Edward Young definiu que

“a procrastinação é a ladra do seu tempo”.

Uma das dicas para você evitar que a procrastinação chegue e infecte sua rotina é começar as tarefas bem cedo.

Quando você pensar no “faço depois”, pense por que você precisa fazer

depois e se realmente você não pode fazer agora.

É algo simples e que parece pequeno, mas que pode ter resultados enormes na sua produtividade.

5. Transformar as principais tarefas em hábitos

Uma dica muito boa sobre gestão do tempo no trabalho é fazer

com que as suas tarefas-chave se transformem em nada menos do que hábitos.

Com isso, você vai conseguir realizá-las de forma muito mais natural,

menos cansativa, mais produtiva e até mesmo mais divertida, já que é algo que estará enraizado no seu comportamento.

E se você acha que certos hábitos são difíceis de serem incorporados na sua rotina,

minha dica de leitura o livro Mini-Habitos ou inscrever-se no canal para assistir o vídeo

O Poder dos Mini-Habitos que fiz para você.

6. Definir um limite de tempo para concluir as tarefas

Se você não delimita um prazo, talvez procrastine.

Portanto, em vez de sentar para trabalhar em um projeto ou tarefa e pensar

“eu vou ficar aqui até acabar”

tente mudar o pensamento para

“eu vou trabalhar nessa tarefa por 1 hora”.

O prazo definido vai forçar você a ser mais focado e ser mais eficiente

no que está fazendo neste momento, até mesmo se você não conseguir

terminar e tiver que acabar mais tarde.

Ao menos, com o relógio correndo, você não procrastina e permanece focado.

7. Criar sistemas de organização

Bem, se organizar é um comportamento essencial para uma boa gestão do tempo no trabalho.

Carregar essa características vai poupar muito tempo pois evita que você se sinta perdido, sem saber qual tarefa priorizar ou até mesmo por onde começar.

Aqui a dica aqui é fazer uma lista do seu dia a dia ou da sua semana.

Pode ser com algumas ferramentas de gestão, bloco de notas por exemplo ou até mesmo o velho e bom papel.

Mas, o importante é registrar tudo o que você precisa fazer e riscar o que foi feito.

Espero que estas 7 dicas ajudem você no seu dia a dia. Elas podem ser aplicadas pouco a pouco, o mais importante é começar e não deixar para amanhã.

Aproveitando o momento, pense em avançar ainda mais conhecendo o curso que fiz para você denominado “Como ser mais produtivo. Aprenda a administrar o seu tempo”

que está muito acessível para você e fará uma grande mudança em sua vida profissional e pessoal.

Pense nisso.

Vá em frente!!

hábitos e costumes dos profissionais mais produtivos

3 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você procura?

Sobre João Francisco

O termo Impact Player nasceu do esporte, sendo associado a jogadores que fazem a diferença apenas por estarem em campo, capazes de elevar a confiança de um grupo com sua presença. 

Ou seja, um Impact Player é aquele que faz jogadas individuais incríveis, no entanto, seu principal valor está no papel estratégico que exerce sobre o seu ambiente, no momento em que sabe que o sucesso não é alcançado repentinamente.

Posts recentes

Posts populares

Open chat
Podemos Ajudar?