O Poder do Agora: A libertação definitiva para você!

E se você conseguisse se livrar agora daquela voz mental que tem levado você a

emoções negativas do passado?

E mais, se eliminasse de sua mente as preocupações e os medos e em relação ao seu futuro?

Imagine agora, como será a sua vida se, ao final desse vídeo, você tiver aprendido uma nova atitude,

não exótica nem complexa, que fosse só o essencial para viver uma vida livre da submissão da sua mente?

Nasci de novo

Bem, o autor do livro O Poder do Agora, diz que até os seus 30 anos, ele era uma pessoa extremamente ansiosa, sofria de depressão e tinha fortes tendências suicidas.

Um dia acordou de madrugada aterrorizado.

Tudo parecia estranho, hostil, sem sentido.

Ele havia atingido o limite de sua aversão ao mundo.

Era estranho porque não conseguia mais conviver consigo mesmo.

E não saia de sua mente uma pergunta: se sinto que eu não posso mais conviver comigo mesmo, então eu sou – ao mesmo tempo – quem me observa, sente e também aquele  que me faz sofrer?

Eu sou um ou sou dois?

Ficou muito atordoado com essa dedução.

E não era um sonho, ele estava muito consciente e tomado por um pavor intenso.

Sentindo-se perdido e sem mais esperanças, não mais reagia.

Mas estranhamente os seus pensamentos foram se acalmando e já não fluíam mais.

Algo dizia, “não resista”! E isso parecia brotar do mais fundo da sua alma.

Passado algum tempo, sem oferecer nenhuma resistência aos seus pensamentos, foi perdendo completamente o medo.

Podia então agora estar totalmente atento, imerso ao que acontecia no presente.

No dia seguinte, foi acordado com o canto dos pássaros no jardim. Seu quarto estava iluminado por raios de sol da manhã.

Foi quando percebeu que nunca havia reparado na beleza das pequenas coisas.

Era como se tivesse acabado de nascer.

A virada de chave

Aquela voz interna – antes sua pior inimiga – que o cobrava e punia sem parar, agora havia perdido a força.

E o intenso sofrimento que ameaçou interromper sua vida naquela noite, tinha se acalmado.

O mundo continuava com os mesmos problemas e conflitos, mas o pensador compulsivo que ele era, estava agora sereno.

Eu trouxe essa reflexão do autor porque ela ajudará você em 2 reflexões:

  1. É que a maior parte das dores humanas são causadas pela mente e são desnecessárias;
  2. É que  não somos só a nossa mente.

Opa, devo ter surpreendido você  e claro que você irá querer saber:

Pois é, se minha mente é que me faz sofrer e eu não sou só a minha mente, como ter uma vida mais equilibrada e feliz?

Observe a sua mente “de fora”

Repare, se você consegue perceber que sua mente navega inconstante e ora tem medo, angústia ou raiva diante de algo, você é quem percebe que tem essas emoções ou sentimentos.

O agora é o espaço dentro do qual se desenvolve toda a sua vida.

E a sua vida é uma sucessão de momentos presentes. De “agoras”.

Estou falando de se posicionar como um observador de sua mente como se

você assistisse o seu próprio filme mental.

Se você prestar atenção e estiver consciente do que acontece agora e não se deixar

levar pelo piloto automático, concordará comigo que grande parte das angústias vem de 2 estados mentais envolvendo:

O passado e o futuro.

O primeiro nos trazem as culpas, arrependimentos que ainda influenciam fortemente no

presente e roubam-nos a paz.

Ou seja, é a influência do passado sobre o agora.

E o 2o.  são as preocupações, medos e ansiedades de um futuro imaginário que ainda nem chegou.

Veja, o presente que é o real (mesmo!) negligenciamos.

E lá um dia, solitários (as), diante do espelho confessamos:

Puxa, nem vi a vida passar.

Domine sua mente e não se deixe dominar por ela

O Poder do Agora

Assim, você deve concordar comigo que, nem sempre usamos nossa mente, ela sim é quem nos dirige para onde quer.

Então vejamos: digamos que você está almoçando com muita pressa porque precisa se preparar para uma reunião ou uma entrevista á tarde.

Neste caso você está vivendo a dor de um futuro e abdicando de usufruir do prazer do almoço no presente.

E quando você se sente incomodado (a) porque está numa reunião dirigida por alguém com quem você teve uma divergência no mês anterior, está permitindo com que problemas do passado ainda influenciem o seu cotidiano presente.

Como você viu, ambos estados mentais negam o seu bem mais precioso que é usufruir ao máximo do seu agora.

A mente solta, portanto, é uma espécie de animal selvagem que adora transformar dificuldades em problemas e tem total poder de controlar você.

E será que temos de permanecer assim para sempre?

Não! O autor afirma que se você viver dominado por essas influências das crenças do passado ou instável quanto ao futuro, este é o caminho mais perto para a infelicidade sem espaço para revelar o seu melhor.

Como você deve então agir, a partir de agora, para quebrar esses padrões mentais tão poderosos e negativos?

Vamos ver?

Bem, comece a perceber que todos nós temos sempre uma voz dentro de nossa cabeça.

Se você ainda não concorda comigo, pare um pouco, feche os olhos e verá que sua

mente estará dizendo algo para você nesse momento.

Veja, não estou aconselhando você a negligenciar os seus compromissos futuros.

Não!  Planos poderão ser de longo prazo, mas fará o amanhã quando chegar o amanhã

e evitar pré-ocupações que antecipam ansiedades.

Você deve ser totalmente livre para se concentrar e se ocupar com as ações do seu agora.

Com certeza você poderia me dizer que “já sabe o que tem prejudicado você e que

o fato de apenas passar a se observar não o salvará”.

E você tem razão. O observar a si faz você aprender como sua mente age.

Aprender como é a fonte do seu pensar contínuo.

Mas terá que haver um segundo passo

A sua transformação só acontecerá mesmo se você conseguir vivenciar o seu momento presente.

Então, são 2 coisas: conhecer-se e concentrar-se no seu agora.

E se você quer exemplos de como vivenciar o seu momento presente eu trouxe aqui algo que não faz parte desse

livro, mas sim de um vídeo que fiz para você recente, denominado O Estado de Fluxo ou Flow.

Sobre essa área de psicologia positiva eu vou deixar também alguns links de livros na descrição do vídeo.

É que lembrar do Flow faz todo o sentido, veja:

Olhe para este maestro.

O Poder do Agora

Ele está totalmente concentrado no seu agora enquanto realiza o seu trabalho.

Nesse momento não há espaço para julgamentos, medos, raiva…

não há lugar para o sofrimento ou a infelicidade.

Não há perdas de energia.

Ele está tão absorvido ao momento presente e ao que faz que é capaz de esquecer

todo o resto e só assim pode revelar o seu melhor.

Pintores também agem assim. Atletas, dançarinos, atores, também entram em flow.

E para que você deixe todo o ruído da sua mente de lado, é preciso também

que sua vida profissional e pessoal tenham um propósito, um significado para você.

Que você ame mesmo fazer o que faz.

Mas essa questão do propósito é outro papo interessante, mas que vamos desenvolver noutro dia.

Mas veja porque gostar do que faz é essencial para você.

O Instituto Gallup fez uma pesquisa envolvendo 4 milhões de pessoas no mundo.

A pergunta foi:

“Você tem tido oportunidade de usar suas forças e talentos em seu trabalho?”

Só 20% respondeu que sim.

Repare, 80% das pessoas não estão utilizando totalmente os seus pontos fortes e talentos em seu dia a dia.

Não podem portanto, entrar em estado positivo de satisfação plena e harmonia com o seu trabalho.

Em estado de Flow.

Pense nisso depois, mais detidamente.

Voltando ao poder do agora, coloque-se como um aprendiz de si e dará passos relevantes para o

seu autoconhecimento e paz interior.

Um dia vou  mostrar os meus velhos livros desta área e vou contar a você a minha própria

experiência, na década de 70, com este tema.

E finalizando, quando os problemas surgirem inesperados no seu agora, procure sempre se

conscientizar dos fatos reais e não imaginários.

Olhe sob uma perspectiva mais ampla

O Poder do Agora

Vistos de cima e com a serenidade de quem vive o momento presente, os obstáculos muitas vezes não se revelarão nem positivos e nem negativos.

Mostram-se apenas como são na realidade.

Quando você decide mesmo aceitar completamente o que se apresenta, não há mais “bom” ou “ruim” em sua vida.

Há apenas o que você deve enfrentar e vivenciar enquanto segue sua jornada.

Mas é muito importante que você tenha em mente que nas suas escolhas, a responsabilidade será sempre sua.

É assim que o passado e o futuro deixam de ter qualquer poder sobre você e é onde cessa o sofrimento.

Tal como o maestro do Flow, é como se sua energia novamente voltasse a vibrar feito criança feliz que vive o seu a plenitude do seu agora.

Essa é a atitude mais libertadora da sua vida para desfrutar de uma vida muito mais prazerosa.

Pense nisso!!

Eu peço que você compartilhe esse post e vou aguardar o seu comentário para ver se o

conteúdo ajudou você.

Vá em frente!!

Impactplayer

PS. Se você quer aprender a identificar métodos práticos para executar diariamente

aquilo que você planeja, clique no link abaixo, e conheça o curso

COMO SER MAIS PRODUTIVO: APRENDA A ADMINISTRAR O SEU TEMPO.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você procura?

Sobre João Francisco

O termo Impact Player nasceu do esporte, sendo associado a jogadores que fazem a diferença apenas por estarem em campo, capazes de elevar a confiança de um grupo com sua presença. 

Ou seja, um Impact Player é aquele que faz jogadas individuais incríveis, no entanto, seu principal valor está no papel estratégico que exerce sobre o seu ambiente, no momento em que sabe que o sucesso não é alcançado repentinamente.

Posts recentes

Posts populares

Open chat
Podemos Ajudar?