Dentro da mente do procrastinador

Que segredo separa a mente de um procrastinador e de um não procrastinador?

Será que soa familiar para você querer iniciar um trabalho ou um estudo, mas deixar sempre as coisas para depois?

Bem, Tim Urban diz ter estudado os dois tipos de cérebros: os que adotam um senso de urgência e os que têm o hábito de postergar.

Ele descobriu que o cérebro dos não procrastinadores é comandado por um decisor racional, que nos faz produtivos.

proc5

Mas você sabe o que vai à cabeça do procrastinador?

Bem, a diferença é que ele, além de ter um decisor racional, tem também um comando animal, primitivo, forte, sem  compromisso com o futuro.

proc6

Este leva você a se distrair, a comer e a dormir mais. Está sempre atrás do que é fácil e divertido.

Quando aparece uma obrigação, o vilão primitivo passa a comandar você priorizando algum lazer como por ex. assistir tv, navegar no facebook, ou ir à geladeira, na tentativa de convencê-lo de que há mais coisas interessantes a fazer do que se dedicar a compromissos.

Assim, muito daquilo que planejamos realizar é, com frequência adiado, pela forte influência deste comando primitivo, que comprime nossa agenda.

Porém, dias antes do prazo final de entrega, surge de repente, um 3º. comando em nosso cérebro, que o autor o chamou de monstro do pânico.

proc10

É ele quem soa o alarme, anuncia o caos, culpa você e devolve novamente o controle ao decisor racional.

É claro que ele conduz você a uma alta ansiedade e até a passar noites em claro…

Mas, veja que paradoxo: ele é também o seu anjo da guarda, porque obriga você a priorizar e executar os trabalhos paralisados ou até nem iniciados.

proc12

É possível que jamais existirão não-procrastinadores perfeitos. Mas cuidado, devemos estar atentos à artimanha mais sorrateira da nossa mente primitiva que tenta nos manter  como um espectador de nossa própria vida.

É bem por isso que as pessoas vão deixando passar seus dias e depois de anos, relatam – com remorso – de que gostariam de ter tido sucesso no empreendedorismo, nas artes ou ter dedicado mais tempo á sua família, mas que nada aconteceu.

É muito curioso saber que a única razão para não terem realizado os seus sonhos, estava no simples fato de – o tempo ter passado – e não terem tido simplesmente, a coragem de começar.

Olhe agora você para este calendário. Há um quadrado para cada semana da vida de uma pessoa de 90 anos.

Claro que podemos imaginar temos uma vida infinita, mas não temos tantos quadrados assim, não é? Temos que olhar bem para este calendário e nos perguntar agora:

Por que estou adiando começar as coisas que mais quero?

Bem, quem sabe você decide começar hoje mesmo?  De algum modo, sempre será possível para você!

Até a próxima semana.

Assinatura em preto tamanho pequeno2

 

 

Tradução livre do vídeo de Tim Urban

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você procura?

Sobre João Francisco

O termo Impact Player nasceu do esporte, sendo associado a jogadores que fazem a diferença apenas por estarem em campo, capazes de elevar a confiança de um grupo com sua presença. 

Ou seja, um Impact Player é aquele que faz jogadas individuais incríveis, no entanto, seu principal valor está no papel estratégico que exerce sobre o seu ambiente, no momento em que sabe que o sucesso não é alcançado repentinamente.

Posts recentes

Posts populares

Open chat
Podemos Ajudar?