Linchpin, você é indispensável?

Me diga uma coisa: você é indispensável? Você já pensou sobre isso?

Bem, essa pergunta é o subtítulo do livro Linchpin, do autor Seth Godin, que é considerado um dos teóricos do marketing mais importantes do século XXI. Portanto, é fundamental que um profissional de impacto, como você, o conheça bem.

Este livro é diferente. Trata de uma escolha que somente você pode fazer para se tornar alguém que todos na empresa o considerem indispensável.

De um lado, patrões. Do outro, trabalhadores

matt-883815_1280

 

Foi esta espécie de contrato que funcionou por mais de um século. Haviam muitas fábricas. Nelas, lugar para dois tipos de pessoas: os patrões e os trabalhadores. Os trabalhadores, se seguissem as instruções, cumprissem os horários e trabalhassem muito, em troca receberiam salário, seguro-saúde e garantia de emprego. As organizações tomariam conta deles. Não precisariam correr grandes riscos ou serem criativos. Todo o sistema, as escolas e os governos apoiavam essa espécie de contrato. Durante muito tempo, funcionou.

Mas os tempos mudaram.

Confrontado com a tecnologia e a competição, as regras deste novo mundo foram totalmente alteradas.

O contrato definitivamente se desfez e o modelo entrou em colapso.

Seth Godin diz que, diante desta grande mudança, surgiu um novo tipo de contrato que passou a promover o talento, a criatividade e a arte. Agora não haveria mais instruções a serem seguidas, e as pessoas dotadas de talento, criatividade e coração são altamente procuradas – pessoas que causam transformações inesperadas; que liberam o gênio e o artista que o sistema anterior negava.

Mas agora você me pergunta:

Como vou me transformar neste profissional talentoso e criativo se não há mais métodos?

O autor diz que mesmo alguns executivos ainda recrutam pessoal com base em currículos que requerem basicamente requisitos de formação escolar e experiência anterior, mas que isso não mais garante que o colaborador se torne um indispensável.

E ainda alerta: estes executivos que seguem este padrão se enganam!

Mas, por que se enganam?

Um bom currículo não é mais garantia de sustentabilidade numa empresa porque o ambiente organizacional mudou.

E mais: as pessoas que mais tarde irão ser promovida por estes mesmos executivos não serão as que seguiram as regras e os modelos tradicionais.

E quais seriam as pessoas que serão reconhecidas?

Com certeza serão as que surpreenderem, as que se conectarem mais com as outras, as que reagirem ao status quo e as que inspirarem e energizarem a todos da organização e deixarem sua marca.

Portanto, esses serão os elementos-chave, os “indispensáveis”. Os Linchpins !

barack-obama-1199638_1280

Você é quem escolhe de que lado quer estar!

A partir de agora, diferente de antes, você pode optar por encarar a sua vida profissional de forma tradicional e sem criatividade, ou pode se destacar e desafiar o status quo.

Você é dono de sua própria forma de produção, responsável por você mesmo.

Mesmo que não seja capaz de desenhar duas linhas retas nem tocar piano, mas ainda assim pode ser um grande artista. Alguém que vê além do horizonte. As ações dos artistas tornam as coisas melhores. Eles aperfeiçoam o mundo e fortalecem relacionamentos. Os indispensáveis criam um campo de força que desvia a negatividade e elimina a resistência.

Agora que você já sabe o que é ser Linchpin, deve também estar pensando em alguém que você conhece com este perfil na sua organização, não é mesmo?

Bem, para facilitar a sua caminhada para se tornar um linchpin, extraí do livro três grandes segredos:

1º Segredo – A escolhawhy-1352167_1280-2

Você está diante de 2 opções:

Na primeira, você pode optar por seguir acreditando no que a escola e o sistema nos condicionaram, que a nossa obrigação é fazer o nosso trabalho e seguir as instruções. Porém, queimando seus dias com atividades desprovidas de imaginação e emoção, e que utilizam uma parte de nosso cérebro em que o autor chama de reptiliano. Este é o lado primitivo de todos os animais, inclusive do homem; que age quando tem fome, sede; quando deve encontrar abrigo; demarca território e luta contra os invasores. É o lado que teme o risco e gera “resistência”.

E numa segunda opção,você resolve enfrentar com coragem este aspecto reptiliano, que esteve sempre pronto a sabotar tudo o que pareça ameaçador e arriscado.  Resolve então, se identificar como um ser humano único que você é. Que usará a sua mente criativa para se tornar alguém indispensável, visto que as empresas agora procuram:

  • pensadores originais
  • provocadores do status quo
  • pessoas que se importem além do seu setor
  • vendedores que tenham paixão, que corram riscos e façam novas ligações humanas.
  • e líderes que inspirem pessoas

Portanto: colaboradores corajosos, relacionados, criativos e que usem da arte.

Como sei que você optou por se tornar um Linchpin, vamos lá?

2º Segredo: – Como fazer arte dentro de uma organização?

children-learning-1359728_1280

Artistas, para Seth Godin, não são apenas os pintores, músicos, atores. São pessoas dotadas de uma capacidade especial para encontrar uma nova resposta, uma nova perspectiva, uma nova conexão. É aquele que faz diferente e melhor.

Trata-se de reconhecer que se tornar indispensável neste novo ambiente competitivo depende de uma questão de escolhas e competência, acrescentando:

  1. Uma forma de conectar pessoas:

O autor sugere que você exercite, no cotidiano, a coragem de olhar sob a perspectivas dos outros. Que explore mais a parte emocional do cérebro, exibindo que você tem um coração, alma e sentimentos. Ainda alerta que isso às vezes não é fácil, mas, há que se ir amadurecendo essa experiência em você mesmo.

  1. Incorporar a arte:

Ou seja, “criar em cima do que se tem” por ex. elaborar um novo método, uma simplificação de processos, abrir um novo segmento de mercado, uma personalização diferente da sua oferta e que isto também possibilite mais segurança, prazer e felicidade às outras pessoas.

Há uma infinidade de formas de fazer arte. Devemos ter como referência que todo setor admite uma nova atitude proativa, uma inovação, criatividade, e que fazer arte não é algo distante de nós. É criar valor, é liderar inspirando e conectar pessoas. A sua personalidade e a sua atitude é que irão fazer você conquistar o status de alguém que faz algo que importe, um indispensável, um linchpin.

3º Segredo: A mentalidade da abundância e a generosidade

apple-589640_1280

O autor divide as pessoas em três categorias:

1- pessoas receptoras;

2- pessoas generosas, mas que deixam evidente que você lhes deve algo em troca;

3- pessoas generosas ( importante isso!), simplesmente porque se preocupam com você e com o que você faz.

Este 3º grupo nas organizações tem um valor inestimável. Nos encoraja à generosidade e a superar definitivamente as tentativas de sabotagem que vem de nossa velha mente (reptiliana), dominada pelo velho conceito:

“Se eu doar, eu fico com menos e, portanto, saio perdendo.”

“Quanto mais você tiver, menos eu tenho.”

Para o autor, devemos experimentar a mentalidade da abundância, da doação espontânea do nosso talento. Isso nos abre para explorar a dimensão das oportunidades, que emergem das conexões generosas com as pessoas.

A seu ver, a criatividade não é mais um ato solitário, um eureka repentino. Resulta sim de uma rica troca de experiências sem, absolutamente, pensar em algo em troca.

Deste modo, você que quer se tornar um profissional reconhecidamente indispensável, repito, precisa superar a mentalidade defensiva. Precisa reconhecer seus próprios medos, que são estímulos involuntários de uma mente instintiva de escassez que nasce do lado primitivo do nosso cérebro.

Ao adotar uma atitude inspiradora e corajosa de distribuir seu talento para ajudar os outros, abrindo mão de uma perspectiva unilateral, muito já o diferenciará na organização.

Finalizando, tornar-se indispensável exige uma decisão consciente de experimentar ser resiliente, um colaborador criativo, um inspirador que se desafie a fazer o inesperado.

Uma organização formada por pessoas indispensáveis é algo notável, além de ser muito lucrativo. Com certeza, isso fará com que a sua organização perceba, cada vez mais, que seria inimaginável viver sem você.

Esse é o profissional altamente procurado, único!!! Um indispensável, um linchpin!!!!

Assinatura em preto tamanho pequeno2

 

2 respostas

  1. Eu anotei cada informação importante, no meu caderno de desenvolvimento pessoal, depois de assistir ao vídeo umas duas vezes, e na terceira conferir se faltava alguma coisa. Já indiquei o vídeo à várias pessoas. Achei tudo muito bom! Obrigada

    1. Opa Tania, fico muito feliz por ter ajudado. Você está certa em anotar. Nossa mente se energiza assim!
      Comente sempre.

      Obrigado

      João Francisco
      Citando Disqus :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você procura?

Sobre João Francisco

O termo Impact Player nasceu do esporte, sendo associado a jogadores que fazem a diferença apenas por estarem em campo, capazes de elevar a confiança de um grupo com sua presença. 

Ou seja, um Impact Player é aquele que faz jogadas individuais incríveis, no entanto, seu principal valor está no papel estratégico que exerce sobre o seu ambiente, no momento em que sabe que o sucesso não é alcançado repentinamente.

Posts recentes

Posts populares

Open chat
Podemos Ajudar?